ISA Cteep: das subestações digitais ao uso de baterias, um novo horizonte de negócios

ISA Cteep: das subestações digitais ao uso de baterias, um novo horizonte de negócios

25 de fevereiro de 2022

da Agência iNFRA

Subestação digital
As subestações conectam redes de diferentes níveis de tensão e têm como principal função estabilizar o sistema como um todo. São consideradas o coração da rede elétrica. Com o avanço de novas tecnologias e fontes intermitentes, como solar e eólica, a complexidade de operação do sistema cresce. Com a digitalização, ganha-se acesso a dados e ao uso de inteligência artificial para analisá-los. Em setembro de 2021, a ISA Cteep inaugurou a primeira subestação digital do país, fruto de investimento de R$ 238 milhões, com RAP (Receita Anual Permitida) de R$ 11,8 milhões no ciclo 2021-2022. A subestação duplica a confiabilidade do abastecimento de energia para a região do Vale do Paraíba, que passa a contar com um sistema redundante, no caso de falha do primeiro.

Armazenamento
A  empresa obteve no fim do ano passado autorização para instalar o primeiro banco de baterias de grande escala que fará parte da rede básica no Brasil. Terá como objetivo resolver o problema de pico de demanda no litoral sul de São Paulo. O avanço das fontes renováveis na geração de energia cria problema de qualidade de frequência, variação de voltagem. O uso de bateria, de armazenamento, passa a ser essencial. O investimento autorizado pelo regulador é de cerca de R$ 146 milhões e a previsão de entrega da obra é novembro de 2022, a fim de atender à demanda do verão a partir de 2022/2023. A RAP devido à implantação do empreendimento será de aproximadamente R$ 27 milhões.

Green bonds
Em 2018, a empresa foi a primeira do segmento de transmissão de energia a emitir “green bonds”, chamados títulos verdes, com um lançamento de R$ 621 milhões. A operação foi feita para financiar projetos arrematados nos leilões de outubro de 2016 e abril de 2017, que somaram R$ 2,5 bilhões de investimentos. No fim de 2021, concluiu a emissão de R$ 950 milhões em títulos verdes (green bonds), a maior da companhia. Os green bonds são instrumentos de captações privadas de recursos financeiros com foco em projetos de infraestrutura ambientalmente sustentáveis, ampliando as iniciativas ASG (Ambiental, Social e Governança) das empresas.

Raio-X: ISA Cteep
A ISA Cteep é a maior empresa privada de transmissão do setor elétrico brasileiro. Por meio de suas atividades e de suas subsidiárias 100% e subsidiárias não consolidadas, a companhia atua em 17 estados do país (Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins, Maranhão, Piauí, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Espírito Santo e Bahia), e é responsável por aproximadamente 33% de toda a energia elétrica transmitida pelo SIN (Sistema Interligado Nacional).

Em 30 de setembro de 2021, a capacidade instalada da companhia (controladora, subsidiárias 100% e subsidiárias não consolidadas em operação) totalizou 71,7 mil MVA de capacidade de transformação, 19 mil quilômetros de linhas de transmissão, 26,1 mil quilômetros de circuitos e 131 subestações próprias. Está listada na B3 sob o ticker TRPL4.

Principais acionistas