Associação cria plataforma de negócios para o setor aeroportuário

Brasília - O ministro do Planejamento do Brasil, Dyogo Oliveira, durante encontro com o ministro das Finanças da França, Michel Sapin, para assinatura de acordos entre os dois países (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

da Agência iNFRA

Uma plataforma para apresentação de produtos e serviços destinados ao setor aeroportuário, com um catálogo eletrônico com informações sobre os principais fornecedores ao redor do mundo.

Esse é o produto que a Aneaa (Associação Nacional de Empresas Administradoras de Aeroportos), que representa as principais concessionárias do setor no país, vai apresentar no final deste mês durante o ANM (Airport National Meeting).

O evento foi chamado de primeiro encontro nacional da indústria de aeroportos e terá formato híbrido, com atividades virtuais e presenciais, entre os dias 29 de novembro e 2 de dezembro.

Segundo a associação, o evento oferecerá uma programação inovadora, “explorando a dimensão estratégica dos aeroportos para a retomada do crescimento econômico brasileiro, além de encontros bilaterais com foco na geração de negócios entre o ecossistema aeroportuário e as concessionárias associadas à Aneaa”. 

A agenda inclui ainda a exposição de produtos e serviços, além de demonstrações de tecnologias e soluções que repercutem diretamente na modernização e competitividade do setor. 

Dez anos das concessões
Dyogo Oliveira, presidente da Aneaa, afirmou que o evento marca os 10 anos do início do programa de concessões aeroportuárias no país, que causou uma revolução na qualidade da prestação do serviço aos passageiros, na avaliação dele.

“Decidimos fazer um evento também para congregar a apresentação de novas tecnologias e serviços para o atendimento da expansão dessa capacidade. Somos intensivos em tecnologia e precisamos nos modernizar constantemente”, afirmou Oliveira.

Parte dos desafios a serem vencidos, segundo Oliveira, estão relacionados às mudanças comportamentais dos passageiros que a Covid-19 determinou no setor.

“É um grande desafio preparar as empresas para esse período pós-Covid. Será uma oportunidade encontrar os grandes players para discutir quais as ações, as necessidades para uma retomada o mais rápido possível no movimento do transporte aéreo”, lembrou o presidente da associação.

Encontro com especialistas
Além da plataforma de negócios, o ANM também vai reunir especialistas de várias áreas para apresentações e palestras, nas quais estão sendo convidados representantes das empresas do setor e agentes públicos ligados ao tema.

No dia 2 de dezembro, com agenda presencial, será realizado o seminário “Embarque Imediato: 10 Anos de Concessões Aeroportuárias no Brasil”, com capacidade para 300 pessoas. Inscrições estão disponíveis no site www.airportnm.com.

Sair da versão mobile