ANTT libera caminhões na ponte Rio-Niterói por causa da Covid-19

ANTT libera caminhões na ponte Rio-Niterói por causa da Covid-19

1 de abril de 2020
Gabriel Tabatcheik, da Agência iNFRA

A diretoria da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) suspendeu temporariamente a proibição de tráfego de veículos de cargas na ponte Rio-Niterói e acessos na BR-101, no estado do Rio de Janeiro. Com isso, caminhões com qualquer quantidade de eixos estão liberados para trafegar, devendo, contudo, respeitar os mesmos limites legais de sempre sobre dimensões e peso dos veículos, assim como a respeito do transporte de produtos perigosos. A decisão foi tomada na reunião desta terça-feira (31), realizada por videoconferência.

Via de regra, caminhões só transitam pela ponte Rio-Niterói em horários controlados. Segundo a Resolução 2.294/2007, veículos de dois eixos não podem circular entre 4h e 10h. Para os maiores que isso, a proibição vai das 4h às 22h. A vedação vale para os dias de semana.

De acordo com o diretor relator Davi Barreto, a demanda se originou por um ofício da PRF (Polícia Rodoviária Federal). O documento relatava que, durante o tempo de espera dos horários, os caminhoneiros ficam sujeitos a saques, uma vez que os estabelecimentos lindeiros estão todos fechados por causa das restrições impostas pelo combate ao novo coronavírus.

A Ecoponte, concessionária que administra a estrutura, foi consultada e concordou com os termos. A suspensão da proibição vai até 30 de abril. A suspensão foi publicada no Diário Oficial por meio da Resolução 5.880. O caso foi incluído pelos diretores como item extra-pauta e o processo leva o número 50500.029896/2020-06.

Leia também:  Leilões de geração de energia precisam ocorrer no segundo semestre, diz Thymos