Projeto de Lei do GSF pode ser votado pela CAE do Senado na próxima terça

Tales Silveira e Guilherme Mendes, da Agência iNFRA

O presidente da CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) do Senado, Omar Aziz (PSD-AM), decidiu incluir o projeto de lei que trata da repactuação do risco hidrológico (GSF) como o primeiro item da pauta da reunião do colegiado na próxima terça-feira (10).

A decisão de pautar o PL 3.975/2019 ocorre depois de um acerto entre Aziz e o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, para futuros vetos, pelo presidente da República, a temas estranhos ao GSF, e que estão presentes no PL.

Na última quarta-feira (4), Bento Albuquerque afirmou que conversou com o presidente da CAE e reafirmou que há acordo entre o Executivo e o Legislativo para o veto. “Falei com ele [senador Omar Aziz] hoje, e falei com o senador Marcos Rogério [DEM-RO]”, comentou, na ocasião.

Aziz é contrário à proposta de criação do Brasduto, que está no PL e prevê a destinação de recursos do pré-sal para a construção de gasodutos. O senador condicionou a inclusão em pauta do PL à garantia de que haveria o seu futuro veto.

Leia também:  Solar manterá subsídio por 25 anos para contratos vigentes, acordam ANEEL e associações

Informações deste texto foram publicadas antes pelo Serviço de Notícias da Agência iNFRA. Esse produto diário é exclusivo para assinantes.

Para ficar bem informado, sabendo antes as principais notícias do mercado de infraestrutura, peça para experimentar os serviços exclusivos para assinantes da Agência iNFRA, enviando uma mensagem para nossa equipe.