Maior risco faz grandes investidores reduzirem planos de investimento em infraestrutura


da Agência iNFRA

Pesquisa realizada com grandes investidores em infraestrutura, donos de patrimônio de US$ 10 trilhões, aponta que eles estão percebendo mais riscos nos negócios de longo prazo e reduzindo as perspectivas de colocar recursos no setor.

O levantamento foi realizado pelo GI Hub, órgão para o desenvolvimento de infraestrutura do G20, em parceria com a EDHEC Infrastructure Institute-Singapore, com 316 grandes investidores pelo mundo. É o terceiro levantamento desse tipo desde 2016.

No trabalho de 2017, 90% dos pesquisados diziam que queriam investir mais em infraestrutura nos próximos cinco anos. Esse percentual caiu para 80% na pesquisa de 2019.

Nos mercados emergentes esse percentual é ainda pior. A previsão de investir nos próximos anos declinou de 94% para 63% entre os dois períodos.

Duas questões da pesquisa podem indicar o motivo para que os planos de investimentos no setor tenham caído tanto. Uma delas é sobre a percepção de riscos sócio-ambientais e de governança dos projetos.

Para 97% dos entrevistados, esse fator passou a ser considerado essencial para o investimento, quando o número de 2017 era na casa dos 86%. O número dos que disseram que essa era a questão mais importante alcançou 36% dos entrevistados.

Outra pergunta foi sobre a influência do aumento das taxas de juros americanas nos investimentos. Para 54% dos entrevistados, isso afeta negativamente os investimentos em países emergentes.

O risco do negócio é visto como o principal fator de influência para o negócio. Para 81% dos entrevistados ele é muito importante. A geografia vem em segundo lugar com 57% nesse quesito.

Apesar do aumento da percepção de risco geral, o Brasil aparece bem ranqueado na pesquisa de 2019. De acordo com o levantamento, dos países emergentes, ele é o 3º colocado com maior potencial de investimentos, ficando atrás de Índia e China. O levantamento completo pode ser conhecido neste link.

Leia também:  Novo presidente da CNT diz que insegurança jurídica afugenta investimentos

Informações deste texto foram publicadas antes pelo Serviço de Notícias da Agência iNFRA. Esse produto diário é exclusivo para assinantes.

Para ficar bem informado, sabendo antes as principais notícias do mercado de infraestrutura, peça para experimentar os serviços exclusivos para assinantes da Agência iNFRA, enviando uma mensagem para nossa equipe.