Fim do pregão é unanimidade entre entidades ouvidas na comissão da nova lei de licitações

da Agência iNFRA

A Câmara dos Deputados realizou na terça-feira (10) mais uma audiência pública para debater a nova lei de licitações e, assim como na última reunião, as entidades ouvidas pelo colegiado convergiram em mais um ponto que deve ser mudado no projeto que veio do Senado: o fim do pregão eletrônico.

Além desse ponto, as entidades ouvidas fizeram outras sugestões de mudanças. O presidente do conselho diretor da ABCE (Associação Brasileira de Consultores de Engenharia), Ricardo Gomes, disse que a infraestrutura das licitações atuais falta bons projetos, o que é fruto de uma falta de planejamento. Como proposta, Gomes sugeriu a necessidade do projeto executivo para licitar a obra.

A contratação por menor preço para uma obra de engenharia foi outro ponto levantado entre os convidados. “O custo do projeto, relativo ao contrato como um todo, é muito pequeno para fazer economia”, disse José Eugenio Souza de Bueno Pizzi, representando a CNI (Confederação Nacional da Industria).

As novidades de propostas apresentadas foram do vice-presidente do CAU/BR (Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil), Guivaldo Baptista, que sugeriu a contratação via concurso público. “Que o melhor vença”, disse. E também do Presidente da ASSEPRO (Associações das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação), Jeovani Salomão, que sugeriu a diminuição do número de licitações para que se continue com aquelas que foram eficazes.

Relatório
O relator da matéria, João Arruda (MDB-PR) reforçou os pontos de mudanças que já havia falado que vai compor o relatório, como o licenciamento ambiental prévio já no edital de licitação e a garantia percentual do valor de contratação. Quanto às novas sugestões, Arruda não manifestou se vai adota-las no texto final, que será apresentado na terceira semana de maio deste ano.


Informações deste texto foram publicadas antes pelo Serviço de Notícias da Agência iNFRA. Esse produto diário é exclusivo para assinantes.

Para ficar bem informado, sabendo antes as principais notícias do mercado de infraestrutura, peça para experimentar os serviços exclusivos para assinantes da Agência iNFRA, enviando uma mensagem para nossa equipe.