CCEE prevê queda de 68% nos preços da energia em abril

Leila Coimbra, da Agência iNFRA

A CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica) refez as contas e publicou, na quarta-feira (20), novas estimativas para os preços da energia no curto prazo, o PLD (Preço de Liquidação de Diferenças). No mês de abril, passou de R$ 408 para R$ 130 o MWh (megawatt-hora), uma queda de 68%.

Um novo cálculo foi feito pelo programa computacional “Decomp”, utilizando as novas estimativas de chuvas, que estão volumosas neste mês de março, e foi publicado no “InformaCCEE”.

Também foram revistos os preços médios do PLD para o todo o ano de 2019, que caíram de R$ 259 para R$ 176 o MWh; e da média entre maio e dezembro, de R$ 227 para R$ 139 o MWh.

Volatilidade
Especialistas haviam alertado sobre a possibilidade de uma nova onda de volatilidade nos preços do PLD, caso as chuvas retornassem no mês de março. Isso depois de atingir o pico de alta no mês de fevereiro, metade do período úmido, de R$ 510 o MWh, o que pegou algumas comercializadoras no contrapé.

Apostando em preços baixos nessa época do ano, alguns agentes de comercialização não conseguiram honrar seus compromissos financeiros diante do PLD nas alturas no mês passado.

Segundo o presidente da consultoria PSR, Luiz Barroso, os agentes costumam fazer análise de risco e é difícil dizer se essa nova mudança de patamar de preço atingirá o mercado. “Mas quem apostou que a energia continuaria a subir e comprou sob essa premissa vai obviamente perder, agora que os preços estão caindo”, disse Barroso.

Leia também:  MME propõe decreto com fim dos subsídios nas contas de luz

Informações deste texto foram publicadas antes pelo Serviço de Notícias da Agência iNFRA. Esse produto diário é exclusivo para assinantes.

Para ficar bem informado, sabendo antes as principais notícias do mercado de infraestrutura, peça para experimentar os serviços exclusivos para assinantes da Agência iNFRA, enviando uma mensagem para nossa equipe.